10 motivos para conhecer Bonito (MS)

segunda-feira, janeiro 20, 2014 Águas de Bonito 3 Comments

Por Joeci Oliveira



Um dos lugares mais lindos do país, eleita 12 vezes consecutivas como o Melhor Destino de Ecoturismo do Brasil. Inúmeras atrações, que vão de simples contemplação a mais pura adrenalina, divididas em categorias como: cachoeiras, trilhas, balneários, flutuações, cavalgada, passeios de bike, passeios de bote, entre outros. Clima tropical, com temperatura média de 32ºC (na sombra).

Esta é a cidade de Bonito (MS) distante 300km de Campo Grande (MS), capital do estado e referência mundial em ecoturismo.

Confira 10 (irrecusáveis) motivos para você largar o escritório agora e fazer as malas para este pedacinho de paraíso na Terra.

1) Gruta do Lago Azul: cartão postal da cidade.



Após percorrer uma trilha conhecendo diversos espeleotemas, pode-se visualizar o famoso lago de águas intensamente azuis e com mais de 80 mts de profundidade. Por sua beleza e fragilidade, a área da gruta foi transformada em Monumento Natural, garantindo sua preservação.

2) Rio Sucuri: um dos 10 rios de água doce mais cristalinos do mundo.



Caminhe por uma agradável e leve trilha pela mata ciliar do Rio Sucuri, onde conhecerá várias nascentes e surpreenda-se com o mirante azul. Em seguida, dará inicio a flutuação deixando a leve correnteza do Rio Sucuri te levar e tenha a sensação de estar dentro de um aquário, onde os peixes, o volume e a transparência deste rio tornam seu passeio inesquecível.

3) Parque das Cachoeiras: lugar incrível para ficar na memória pra sempre.
 
O passeio inicia com uma caminhada pela mata ciliar do Rio Mimoso, onde o visitante poderá observar os encantos da fauna e flora local. A cada etapa percorrida, a expectativa aumenta para o encontro com as belíssimas cachoeiras formadas por tufas calcárias e pequenas cavernas. Proporcionando ao visitante diversão nas piscinas naturais e na carretilha.

4) Rio da Prata: peixes, peixes e mais peixes!

Após percorrer uma agradável trilha interpretativa onde se podem observar animais silvestres e árvores centenárias o visitante dará início a flutuação partindo da nascente Olho d’Água onde você flutuará tranquilamente em um imenso aquário de águas cristalinas por aprox.. 2.200m.

5) Estância Mimosa Ecoturismo: lindas e lípidas cachoeiras para banhar-se.
estancia-mimosa-3
Aventure-se pela rica vegetação adjacente ao Rio Mimoso, em meio a árvores centenárias e animais silvestres. São várias cachoeiras lhe convidando para refrescar-se em suas piscinas naturais.

Há também plataforma de salto, pequenas grutas, passarelas suspensas e trecho percorrido em barco a remo. Ao longo da trilha, você passará por diversos mirantes com visão panorâmica da Serra da Bodoquena.



6) Buraco das Araras: misto de sentimentos de paz, ousadia e liberdade.

Em meio ao cerrado uma enorme cratera totalmente em arenito com sua beleza e exuberância, lugar onde diversos pássaros, principalmente as “Araras Vermelhas” adotaram como habitat natural. Seu interior é composto de fauna e flora bem particulares, com ecossistema próprio e um grande lago habitado por jacarés da espécie papo amarelo.

7) Boca da Onça Ecotur: paraíso ecológico no coração da Serra da Bodoquena.


O passeio é composto de caminhada por trilha pela mata preservada, passando por cachoeiras cristalinas, pelo cênico Rio Salobra, por pontos de banhos em piscinas naturais e pela mais alta cachoeira do Estado: a Cachoeira Boca da Onça, com 156 metros de altura. 

Em parada no mirante do Rapel Boca da Onça poderá avistar o Vale do Rio Salobra a 180 metros de altura.

8) Abismo Anhumas: o surreal e belo diante de seus olhos.

Emocionante rapel de 72 metros por uma fenda na rocha leva a uma caverna com magníficas formações e um lago de águas cristalinas, onde a flutuação revela a beleza subaquática do lugar. Para o rapel existe um treinamento obrigatório um dia antes da descida.

09) Cachoeiras do Rio do Peixe: lugar para relaxar e curtir a natureza.


Rios de águas límpidas, cachoeiras esplendidas, inúmeras piscinas naturais, uma fauna atraente com macacos, araras, tucanos, entre outros. Neste paraíso você pode curtir e relaxar nas duchas das cachoeiras, aventurar-se entre os cardumes de peixes das piscinas naturais e depois saborear um almoço sul-mato-grossense, preparado pela proprietária da Fazenda.



10) Merenda Pantaneira: uma experiência gastronômica regional


Um diferencial na cidade de Bonito, a Merenda Pantaneira é uma experiência gastronômica de quitutes da culinária sul-mato-grossense. Servida todos os dias no final da tarde em sua composição você vai encontrar desde a famosa sopa paraguaia (sopa sólida, sim!) até chipa, bolo de souza, bolinho de chuva, canjica, arroz doce, bolo de fubá e geleias orgânicas.



_____
Qual a melhor época para visitar a cidade?
Não existe uma época específica para visitar Bonito, o clima da região é tropical e quente durante todo o ano.
Entre os meses de dezembro e março podem ocorrer chuvas e a temperatura é mais quente, com isto a vegetação está mais verde e as cachoeiras estão caudalosas.

Mesmo durante o inverno, as águas das nascentes têm temperatura constante, entre 21°C e 24°C, mas a temperatura das águas dos passeios de cachoeiras cai para 18°C a às vezes podem chegar a 15°C.
De maio a outubro, a água dos rios é mais cristalina, ideal para as flutuações e mergulhos. Entre os meses de dezembro e janeiro, nas primeiras horas do dia, o sol incide diretamente no lago Azul que dá nome à gruta e realça o inacreditável azul de suas águas.

Gostou da dica? então continue lendo sobre como planejar a viagem para Bonito neste outro post.

Posts do seu interesse

3 comentários - comente!:

Escreva abaixo seu comentário sobre o artigo.

Caso não seja usuário Blogger, na caixa "Comentar como" selecione Nome/URL(caso não tenha site/blog não é necessário preencher o campo URL)