Tereré – Bebida do Mato Grosso do Sul

sábado, abril 09, 2011 Águas de Bonito 0 Comments




O Tereré ou Erva Mate (Ilex paraguariensis) é uma bebida típica de Campo Grande que é tomada gelada com água, sucos, hortelã ou limão. Sua origem é indígena, especificamente guarani e o nome "tereré" vem do ruído do ronco da guampa, quando a bebida está terminando. Em castelhano o correto é tererê, enquanto no Brasil o mais habitual é ser chamado de tereré.


A Arvore da Erva Mate pode atingir 12 metros de altura, tem caule acinzentado, folhas ovais e fruto pequeno e verde ou vermelho-arroxeado.


De origem paraguaia, o tereré chegou ao Brasil pela fronteira, pelos paraguaios e indígenas guaranis e kaiowás. As tradições do Tereré chegaram ao Brasil por Ponta Porã, cidade sul-mato-grossense que faz fronteira com a cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero.

A erva do tereré e do chimarrão são semelhantes, as duas derivam da erva-mate. A diferença é que o composto usado no chimarrão é mais fino do que o composto do tereré. Outra diferença é que o chimarrão é feito com água quente, o tereré é consumido com água gelada. O tereré é uma bebida agradável, refrescante e muito adequada ao clima quente da região.



A erva-mate precisa passar por um preparo antes de seu consumo. Após a colheita ela passa por um rápido processo de secagem sobre uma fonte de calor, processo esse chamado de “sapecamento”. Essa secagem é feita para evitar que a erva-mate apodreça. Depois é realizado um outro processo de secagem, este é feito em um “carijó” que é uma estrutura que sustenta a erva-mate do contato direto com o fogo ou em um “barbaquá” que é um tablado de madeira que permite o contato indireto com o calor do fogo.

Depois desse processo a erva é moída e é realizada a peneiração, para dividir o pó dos restos de talo. Após separar o pó dos restos de talo, eles são novamente reunidos. Como já dito, o composto usado para o consumo do chimarrão é diferente ao do tereré, para o composto do chimarrão é usado uma proporção geralmente de 70% de folhas reduzidas a pó e 30% de restos de talo. Enquanto o composto para o tereré é uma proporção geralmente de 50% de erva reduzida a pó e 50% de restos de talo, além disso, no tereré podem ser adicionadas outras ervas, sucos ou mesmo refrigerante ao mate.



Você pensa que está no Paraguai? Certo? Errado. Isto é Mato Grosso do Sul, o lado mais paraguaio do Brasil.

Outra diferença é o local onde a bebida é servida. O tereré é servido na guampa, normalmente é confeccionada com chifre de boi oco. A guampa pode ser feita com outros materiais como plástico, alumínio, madeira. O chimarrão normalmente é servido na cuia, vasilha feita do fruto da cuieira.

Créditos: Overmundo

Posts do seu interesse

0 comentários - comente!:

Escreva abaixo seu comentário sobre o artigo.

Caso não seja usuário Blogger, na caixa "Comentar como" selecione Nome/URL(caso não tenha site/blog não é necessário preencher o campo URL)